quarta-feira, 29 de outubro de 2014

 Nossa quanto tempo não venho aqui, as vezes tenho varias ideias do que escrever e acabo não indo ao pc para escrever e acabo por perder as ideias e não escrevo, que grande disperdicio criativo não é?
 Não sei quantas pessoas vem aqui se ajuda alguem, mas no geral aqui é mais para desabafo.
 Bom desde a ultima vez que escrevi ate agora muita coisa aconteceu, perdi minha mãe (tem dois meses e isso ainda custa muito), fiz minha cirurgia bariatrica, estou emagrecendo devagar mas estou indo, mudei o corte de cabelo, a cor, passei 3 semanas na Alemanha (maravilhoso so eu e o marido, ta certo que ele foi a trabalho, mas eu me diverti e namorei muito), conheci finalmente a delicinha do meu sobrinho Murilo, vou tia denovo e pelo jeito é mais um gato lindo o Danilo, meu filho tem estado mais ajuizado com a escola e mais comportado, houve eleição no Brasil que convenhamos foi uma grande palhaçada, enfim acho que é isso.
 Pretendo escrever mais e sobre muitas coisas, o que mais achar de interessante, viagens, comida, receitas, dicas de livros, de filmes, cabelo, cortes, enfim de tudo um pouco.

Volto em breve. Afinal escrever tambem é um desabafo e muitas vezes sabe tão bem.


segunda-feira, 24 de março de 2014






Porque  as vezes nos sentimos tão perdidos?
Porque se sentir tão fora do seu lugar?
Como se tudo a sua volta não se encaixasse?
Por vezes me sinto assim, uma peça a mais, um peça q não se encaixa naquela paisagem, o patinho feio em meio a cisnes, bem fora do contesto.
Ou me sinto ofendida por coisas que nem deveria sentir...
Porque certas palavras, ou comentários sobre coisas e assuntos que não tem nada haver com você incomodam?
Porque se sentir como se sua presença fosse um incomodo, porque de alguma maneira você não deveria estar ali, não pertence aquele mundo, aquele momento, aquela conversa, não deveria estar com aqueles pessoas, definitivamente seu lugar não é ali...
Muito ruim se sentir assim....
Dá um vazio  dentro da gente....
Algo esta errado, mas o que?
Meu jeito de pensar?
O meu modo de encarar a vida?
Ou simplesmente estou mais senssivel neste dia, hora ou momento?
Devo estar muito insegura de mim, do penso e acho... esta insegurança sempre me atrapalhou...
Porque será que sinto que incomodo ou que sou aceita por educação...

Sei que sou amada e respeitada por quem devo ser, mas porque sentir que por ser quem sou incomodo?


Mas espero por data nesta insegurança, que daqui a pouco tempo isso tudo mude.... mude para melhor, melhor para comigo mesma, onde isso tudo nada vai interferir em mim... embora uma coisa não dependa da outra, quero esta satisfeita comigo mesma, para não dar assas a insegurança, medos, e todas as coisas ruins q acabam por andar juntas...

Chega de olha para o horizonte a procura de um lugar onde pertença ou onde ninguém te julgue nem com atitudes, palavras ou cara de quem pensa ser melhor do que eu...se é que este lugar existe... quero olhar o horizonte e pensar no meu futuro e agradecer por tudo de bom que tenho na vida....

Agradecer eu já faço, mas falta uma parte de mim que não entra nestes agradecimentos...ainda não entra, mas vai entrar....

quarta-feira, 19 de março de 2014




Ai quanto tempo não venho aqui escrever!! Todos os dias tenho vontade de sentar e escrever algo, mas acabo adiando a ideia, ai passa a inspiração e pronto já não faço o q queria.

Bom vai fazer uma ano que meu pai faleceu, e de la pra cá eu me desleixei, não sei se teve haver, mas andei um bom tempo em viagem indo de uma cidade pra outro porque meu marido ficou um bom tempo trabalhando fora, e realmente me acomodei, parei de caminhar, não abandonei completamente a alimentação saudável, porque acho que uma vez iniciada não se volta a traz, mas deixei de comer menos e passeia comer mais, mesmo o que é saudável quando se come em excesso engorda. Voltei a comer muito nas refeições, a repetir, fazer grandes pratos, tenho comido menos salada, andei abrindo excessões  aos refrigerantes, lanches do Mc Donalds (q eu disse q não voltava a comer... terrível), tenho comido doces quando posso ou tem, em resumo DESLEIXO TOTAL E GERAL....

Me sinto mal sabendo q fiz isso tudo, e escrever esta me fazendo ver que esta na hora de voltar a mudar, voltar a hábitos saudáveis, mesmo porque posso se chamada para a cirurgia a qualquer momento, pois é, noticia boa disso tudo o meu processo foi aprovado, já tenho o protocolo da cirurgia de redução de estômago (depois vou escrever sobre isso também..preciso escrever mais)...

Ate ler que é uma coisa q eu gosto, anda sendo complicado, fico sentada ou deitada vendo TV e não tenho vontade de fazer mais nada...Tenho muito sono, mas durmo tarde e não consigo acordar cedo (bom isso sempre foi um problema), mas ando me sentindo muito cansada e desanimada, ate de conversar com minha amiga Carla não ando com vontade.

Realmente querendo me isolar do mundo, e isso não é bom, definitivamente não é bom....

Mas o bom de estar aqui escrevendo é porque fiz minha decisões, quero fazer mudanças, preciso emagrecer uma pouco porque estou pesando agora é muito mau para mim para quando for a cirurgia, já tenho dores nas costas e no joelho, e isso tem de mudar, já comecei em dias alternados fazer pequenas caminhadas, mas sozinha, estou querendo começar por mim antes de incluir algum nisso(no caso minha amiga Carla), me sinto sufocada, me sinto triste e sozinha, mesmo tendo todos ao meu lado.

Eu decidi que vou segui em frente, voltar a adquirir bons hábitos, para que a cirurgia q vou fazer ter melhor resultado.

Decidi muita coisa na minha cabeça, muitas coisas mesmo, e ficar só comigo mesma tem sido bom...vou começar uma nova pagina na minha jornada...mais madura espero e mais esperta e calma..vou explicando aos poucos, porque é muita coisa que passa na minha cabeça esta tudo confuso, mas sei pra onde quero ir....



Como diz a frase "O IMPORTANTE NÃO É A VELOCIDADE DA MUDANÇA E SIM O CAMINHO A SEGUIR!!"

E o caminha é longo....toca a caminhar...


quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Quando você adota um novo jeito de pensar, modifica também a sua atitude diante de determinada situação. Para perder peso ou se manter magra, não é só o prato que precisa ser transformado. Os pensamentos também devem estar a seu favor. Aqui, você encontra 24 maneiras para mudar o seu ponto de vista e emagrecer de uma vez por todas.

1. Ficar magra só depende de mim. Chega de culpar a genética! Você pode ter sido gordinha na infância ou adolescência e até apresentar uma facilidade para acumular peso. Porém, ser magra ou gorda é uma questão de escolha e não um presente ou um castigo divino. Quando você assume a responsabilidade no processo de emagrecimento, ganha o controle da situação e se sente mais capaz de modificar seus hábitos e seu corpo.

2. Se escorregar, retomo de onde parei! Quem nunca exagerou na sobremesa, comeu mais na festa ou foi além do que queria no jantar? A diferença está em como você encara essa situação. "Se entrar no ‘perdido por um, perdido por mil’, estraga o seu plano de emagrecimento. Comeu demais? Retome o seu planejamento no dia seguinte", orienta o psicólogo Marco Antonio De Tommaso, consultor de BOA FORMA.

3. Preciso comer para continuar magra. Se ao ganhar uns quilinhos você começar a pular refeições para emagrecer, o corpo vai reclamar e protestar, acumulando ainda mais gordura. Ao comer menos do que deveria, seu metabolismo desacelera e aí fica bem difícil perder o excesso. Portanto, se alimente a cada três horas.

4. Tudo o que gosto de comer me faz bem. Dividir os alimentos em proibidos e permitidos deixa a vida chata e você acaba acreditando que as coisas gostosas devem ficar longe. Isso não é verdade! "O importante é ajustar a quantidade e a frequência com que você come o que adora. Um chocolatinho cabe em todo programa de reeducação alimentar, só não dá para devorar uma caixa inteira de bombons", diz Fernanda Fernandes, gerente nacional do programa de emagrecimento Vigilantes do Peso.

5. O melhor horário para malhar é o que consigo ir. Você acha que não tem pique para ir à academia pela manhã, mas essa é a única brecha que a sua agenda permite? Então, insista! A chance de se adaptar e passar a render mais do que imaginava é altíssima. E, assim, você também se despede do sedentarismo.

6. Irresistíveis são as minhas curvas, não as frituras da happy hour! Ninguém fica e permanece em forma por acaso. As escolhas do cardápio são feitas diariamente. Se você "pensa magro", em vez de sofrer pelas coisas que não pode comer, se sente vitoriosa por se manter firme no seu plano.

7. Venço metas, não bato recordes mundiais. Ao traçar os objetivos para o seu emagrecimento, pense em prazos possíveis. Assim, pode comemorar os resultados. Se estabelecer metas inatingíveis, vai jogar contra si mesma. "E aí, quando nota que não consegue cumprir, desiste", adverte Tommaso.

8. Não vivo de dieta, faço escolhas inteligentes. Quando você se liberta da sensação de estar presa em uma dieta, percebe a importância das suas atitudes e da forma como monta o cardápio. Assim, sai do papel de vítima e se torna a personagem principal do emagrecimento.

9. Um bombom é só um bombom. A guloseima não é o fim da sua dieta. Sendo assim, nada de ficar com medo de se deliciar com uma coisa de que você gosta. Não é porque comeu o primeiro que vai pegar o segundo, o terceiro, o quarto.

10. Vou conseguir parar de pensar em comida. A melhor alternativa é mudar o foco da atenção. Para isso dar certo, tenha algumas alternativas na manga. "Descubra o que funciona melhor para você. Pode ser uma caminhada, uma partida de baralho ou uma ligação para uma amiga. O importante é investir em outra atividade para esquecer a comida", afirma a empresária Lucilia Diniz, consultora de BOA FORMA.

11. Planejo o meu cardápio. Perceber a importância das suas escolhas e ganhar o controle do emagrecimento evita imprevistos. Programe suas refeições! Se não tiver na dispensa e na geladeira as melhores opções, vai acabar comendo qualquer coisa - e se arrependerá depois.

12. Só desisto depois de tentar. Isso vale para tudo na vida e também para o controle de peso. Se não estiver muito animada em emagrecer, é capaz de desistir antes mesmo de tentar. Portanto, em vez de lamentar, parta para a ação! Só critique um método se experimentá-lo e realmente não der certo.

13. O meu esforço vale um biquíni. Ou uma minissaia, a segurança de tirar a roupa na frente do namorado, o prazer de entrar naquela calça jeans... Cada uma tem a sua listinha do que deseja e sabe por que está comendo de um jeito mais equilibrado. Faça a sua e lance mão dela sempre que o desânimo bater à porta.

14. Questiono todos os pensamentos desanimadores. Essa atitude protege você da autossabotagem. Sabe quando aparece aquela voz interna dizendo que o seu esforço não está adiantando nada? Você fica pensando se a academia está mesmo ajudando a modelar as curvas, se vale a pena ficar sem tomar aquele sorvete... Não desista! Reveja esses conceitos até exterminá-los. Liste seus progressos e prove para você mesma que está tendo avanços.

15. Começo a me servir no quilo pelas saladas. No almoço, sempre inicie o prato pela salada, independentemente da ordem proposta pelo restaurante que frequenta. Em seguida, escolha uma proteína (filé de frango, peixe ou carne) e só depois complete com a porção de carboidrato. Isso vai ajudá-la a só pegar o que realmente deve comer.

16. Eu mereço sempre o melhor. Pensando assim, não só vai atrás da sua melhor forma como fica mais exigente, evitando exageros. "Então, prefere tomar apenas uma taça de vinho, e não duas garrafas, para aproveitar a bebida", fala Fernanda Fernandes, dos Vigilantes do Peso. O mesmo vale para o chocolate. "Dá até para pagar mais caro por um importado, já que vai comer somente um pedacinho", completa.

17. Se a fome aparece antes da hora, bebo água. Muitas vezes, a sensação de sede se confunde com a de fome, principalmente se você está comendo um pouco menos do que gostaria. Quando isso acontecer, antes de fazer uma refeição ou partir para um lanchinho, tome um copo de água. De repente, você pode descobrir que era só sede mesmo.

18. Tenho orgulho das minhas atitudes! Para continuar com o plano de emagrecimento ou com a manutenção do peso é preciso ser forte e se orgulhar disso! Nada de sentir pena de si mesma porque não está com um balde de pipoca durante a sessão de cinema. Coloque na cabeça que o seu objetivo é ser magra - e que você é fiel a ele.

19. Sei quando estou com fome ou apenas com vontade de comer. Conseguir diferenciar a fome do desejo de mastigar uma coisinha gostosa evita com que você caia na cilada de comer fora de hora. Ao sentir o estômago roncando, pergunte a si mesma se está realmente precisando de um alimento. Caso a resposta seja positiva, faça dez respirações profundas. É um truque para chegar à geladeira ou à lanchonete com menos ansiedade.

20. Fome não é catástrofe! "Muitas mulheres, quando estão tentando emagrecer ou mudar os hábitos alimentares, ficam assustadas ao sentir fome", diz Tommaso. Segundo o especialista, isso acontece porque o fato de querer comer dá uma sensação de que vai perder o controle da situação e do cardápio. "Calma, você não é a única a sentir fome. Todo mundo sente. Apenas procure fazer boas escolhas", acrescenta.

21. Não me coloco em tentação. Para não jogar contra si mesma, elimine todas as guloseimas do seu campo de visão. Além disso, evite encontrar amigas em docerias e sorveterias. Assim, fica mais fácil controlar aquela vontade louca de comer doce que de vez em quando aparece na vida da gente.

22. Emagrecer é consequência. É importante ter consciência de que adotar uma alimentação balanceada e começar uma atividade física são atitudes que fazem bem para a vida - e o emagrecimento é apenas uma das consequências. Perder peso é o resultado das suas atitudes e não uma coisa que acontece do dia para noite.

23. Não escondo nada de mim, sei tudo o que como. Para controlar o peso, é importante ter ideia do que coloca na boca, até para saber o que está causando o excesso. Anote por uma semana tudo (tudo mesmo!) o que anda comendo. E não esqueça aquele pãozinho do couvert, o chocolatinho que veio com o café, as quatro balinhas de morango que chupou enquanto estava no carro...

24. Busco o prazer na vida e não na comida. Claro que é uma delícia comer, mas isso não deve ser a única fonte de felicidade na vida. Diversifique seus interesses e descubra o que gosta de fazer. Invista em um hobby, vá ao cinema... Encontre o prazer fora da mesa.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Como não desistir da dieta com 12 atitudes!

Conheça como superar os obstáculos e o que fazer para se manter firme na dieta.

 
 
Ao decidir começar uma dieta, a ideia normalmente parece algo promissor e estimulante nos primeiros dias. Entretanto, dependendo da maneira como esse desafio é encarado, a decisão dá lugar a um verdadeiro pesadelo, em que a única saída que se enxerga é jogar tudo para o alto e desistir.

Quantas vezes você já começou uma dieta e desistiu no meio do caminho? Se responder "muitas" ou "quase sempre" a essa pergunta, fique sabendo que com simples mudanças de atitude é possível reverter essa situação e tornar a dieta algo agradável e estimulante.

Confira as dicas e comece já a mudar esse jogo a seu favor!

- Faça um diário e anote tudo o que come, como se sentiu após cada refeição, quantos quilos já eliminou, como foi o treino, como se sentiu após os exercícios, quais as dificuldades enfrentadas a cada dia, como as superou, quais foram as conquistas e falhas. Assim, fica mais fácil acompanhar e reconhecer o progresso, bem como identificar os pontos em que é preciso melhorar.

- Pense nos erros cometidos nas dietas do passado e use-os como lições para recomeçar. Faça de cada novo dia, uma nova oportunidade de ficar mais próximo de seu objetivo. O que pode mudar hoje para chegar a sua meta?

- Lembre-se que emagrecer requer tempo, afinal você demorou meses e, às vezes, até anos para engordar, portanto seja paciente. É preciso tempo para emagrecer e principalmente, incorporar novos hábitos alimentares a sua rotina.

- Ao se sentir desmotivado, pergunte a si mesmo: De zero a dez, quanto emagrecer é importante para você? Aproveite e reflita também: por que quer emagrecer? Imagine como vai se sentir ao atingir a sua meta de peso.

- Escorregar nas primeiras semanas da dieta é normal, afinal para se adaptar a nova rotina é preciso tempo. O importante é não tornar isso algo frequente. Se todos os dias sair da dieta e extrapolar as calorias consumidas, dificilmente terá os resultados que deseja na próxima pesagem. Exagerou? Não faça isso uma desculpa para exageros maiores, retome a dieta na refeição seguinte e se esforce para não acontecer novamente!

- Quando a vontade de comer aquele doce ou atacar a geladeira não sair da cabeça, mude o foco! Leia um livro, assista um filme, arrume a casa ou pratique exercícios, dessa forma você ocupa a mente. Lembre-se que os alimentos podem trazer prazer e alívio momentâneo, mas não são a solução.

- Estabeleça metas a médio e curto prazo para sua dieta. A longo prazo você chegará ao peso desejado, mas quais as pequenas mudanças que pode começar hoje que te ajudarão a chegar lá? Pode ser desde começar a caminhar ou entrar na academia, eliminar 2kg por mês, até reduzir o refrigerante para uma vez no mês. Cada meta atingida te deixará mais forte para buscar a próxima!

- Seja realista e respeite seu corpo! Planejar o impossível aumenta as chances de frustrações. Emagrecer para simplesmente ter um corpo igual ao da modelo famosa, nem sempre é possível dependendo da estrutura corporal.  É como se uma pessoa que calça 37 esperasse entrar em um sapato 35. Seja menos crítico com sua forma corporal e respeite sua genética. 

- Bateu a vontade de desistir no meio da dieta? Pense em todos os hábitos saudáveis que já conquistou! Por exemplo, se antes ficava cansado só de subir escadas e agora consegue pedalar por horas, não há motivos para se orgulhar? Esse tipo de pensamento te ajuda a perceber que é capaz de mudar e traz à tona a vontade de seguir em frente!

- Leia depoimentos, histórias e converse com pessoas que conseguiram emagrecer e alcançaram a reeducação alimentar. Essa troca de experiências ajudará a te inspirar, afinal se eles conseguiram você também pode!

- Seguir firme na dieta pode ser mais fácil e divertido se estiver acompanhado. Conhece alguém que também quer emagrecer? Convide-o para embarcar nessa com você. Juntos vocês poderão praticar exercícios juntos, trocar receitas, dividir experiências e expectativas, sem falar que ainda terão quem puxar a orelha quando for preciso. 

- Evite adotar uma postura radical. Encarar a dieta como algo restritivo, aumenta às chances de frustrações que comprometerão a adesão à dieta. Não é preciso recusar convites ou deixar de consumir aquilo que gosta. Dentro de uma alimentação saudável há espaço para todos os alimentos. Alguns precisam ser consumidos com maior frequência, outros somente de vez em quando. Manter o foco na dieta é determinante para evoluir na perda de peso, contudo, não pode ser o motivo para se declarar guerra à comida.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Ai ai...Vou falar de como me sinto hoje....

Bom hoje bateu saudades do meu pai.

 Pois é, ja vai vai fazer 2 meses que ele se foi e pra mim parece ao mesmo tempo que foi uma eternidade, ao  mesmo tempo parece que foi ontem...não sei se o fato de não sentir tanto a falta dele deve ser devido estar morando longe ja algum tempo, porque se eu ainda vivesse no apartamento da minha mãe seria muito dificil...

Pensa o predio onde mora minha mãe fica bem no centro de rua e na esquina desta mesma rua esta o Bar que era do meu pai, onde passava boa parte do tempo  e tb o local onde ele foi morto, agora pensa, para ir pro predio tem q passar a frente do BAR, pra sair de la e ir a qualquer lugar passa-se na frente do BAR...meu ia ser um dor que não tem tamanho. Estes dia seu procurei no Google pra mostrar a rua em minha mae mora para uma amiga e entrei pelo google maps naquela opçao do bonequinho que mostra a rua como se vc estivesse nela, e para minha surpresa quem esta na frente do BAr? Meu pai, ai chorei tanto...olha ai...



Minha irmã mora perto também, e para ajudar ela ia sempre la no BAR falar com o pai, ia nas festinhas q ele dava lá, enfim vivia por lá, ela ainda chora muito por pensar nisso, pior? Ela teve de tratar de liberar o corpo do IML, providenciar as coisas do velorio, o transporte do corpo para Fortaleza, porque ele foi enterrado no tumulo da familia la em Fortaleza onde o restante da familia, a minha avó, amigos de infancia, enfim soube q foi uma cerimonia muito bonita e cheia de gente q ele conheceu na vida, conviveu e enfim gostavam dele, puderam lhe prestar o ultimo adeus.

Outra coisa é meu pai me deu mais um irmão e que tem atualmente tem 3 meses.
O que? É isso ai, ele tinha apenas 1 mês de vida quando meu pai morreu, o filho homem que ele tanto quiz, pq com a minha mãe ele so teve mulher, agora com a minha madrasta teve o gatão do Lecinho Filho, tão lindinho, a sorte do menino é que ganhou de madria a irmã a Lecia, eu não to longe e eu e meu pai não tinhamos la um grande relacionamento.

Meu Pai Lecio, meu irmão Lecio Filho e minha madrasta Fran


Sabe o que é pior, as vezes me vem a cabeça, "Poxa devia ter feito isso ou aquilo!", "Devia ter ligado mais!", "Devia....", pois é deveria ter feito muita coisa e não fiz, ele também não fez, mas não é desculpa para que eu não fizesse...mas enfim isso já não adianta mais, me sinto as vezes também como se não devesse me sentr triste justamente por nao ter sido assim tão atenciosa com ele, mas será? não teria mudado a dor que eu sinto quando lembro que ele foi embora antes do tempo, por como foi assassinado, sabe-se lá quanto tempo mais ele tinha ainda de vida, mas sei q ele foi cedo.

Bom a pesar nisso, vejo que mesmo que ele morresse velhinho ainda nao seria o suficiente, teria faltado alguma coisa para fazer,mais algum coisa para falar, para viver com ele, mas uma coisa eu tenho toda certeza, mesmo longe eu em todas as oportunidades sempre disse: "PAI EU TE AMO!! NÃO ESQUEÇE!!EU TE AMO!"

E isso eu sei que ele sabia....

terça-feira, 14 de maio de 2013

Bom andei vendo uns videos da Petê Camargo e pra variar cai em mim do que ue NÃO ANDO FAZENDO, pois é, NÃO FAÇO....sabe o q?

Mer esforçar mais, ainda me acho uma coitada po rme privar de certas coisas, hj mesmo comprei 4 pães doce de coco, é simplesmente pão de leite com coco por cima, muito bom, o povo aqui em portugal come com queijo e fiambre(presunto no Brasil), MAS tava fresco, com a massa fininha e bem gostoso, depois de comer 2 pratos de sopa comi 2 pães....é isso ai ao invez de comer 1, não comi 2, depois me senti culpada e tal, ia fazer caminhada, mas a preguiça me agarrouo e não soltou e não fiz....

Enfim, comi demais e o que não devia....não andei e to aqui me sentindo mal pq fiz merda... ai vejo os videos, vejos fotos minhas do antes e de agora, claro q falta muuuiiiittooooooo para o meu ideal, mas ja tem diferença, diferença essa q vou jogar no lixo se nao me cuidar né?

Bom amanha é outro dia...vamos la ver o q acontece......



Em Mio/2012 com +ou-138 kg     e em Abril/2013 com 130.8kg  
Bom a diferença nas duas fotos é q eu desinxei(é assimq escreve? ai analfabeta...bom sei la fica assim), não eliminei muitos quilos, mas estou contente e é isso q tem q contar...e não comer dois pães doces pq estava irritada...tenho q descontar a irritação a frustação de outro geito....COMER NÃO!!!


As vezes olhamos pra nossas vidas e reclamamos q nao temos isso, porque nao consigo fazer isso ou aquilo, porque minha vida é tão dificl...e isso ou aquilo, mas esquecemos em olhar realmente ao temos e agrader por ter...
POR TER SAUDE, enquantos muitos estão em hospitais ou em lugares piores...
POR SER PERFEITO FISICAMENTE, E NÃO por ser gordo, ou por ser magro, por nao ser muito bonito, nao ter uma cabelo assim ou assado, por ter cabelo enquanto outros não tem...ENFIM..
POR TER UMA FAMILIA...
POR TER UM AMOR...


Enfim, temos de parar de reclamar e agradeçer a Deus, ou a quem você ache que deva, pois cada qual na sua religião ou crença, temos q levantar todos os dias e agradeçer por mais uma oportunidade, por mais um dia de vida, para fazer melhor, para ser melhor, para aprender mais, para tentar mais...enfim

UM NOVO COMEÇO .... porem cabe a cada um de nós decidir como vai ser o dia, bom ou ruim, proveitoso ou não...

Da pra ver o quanto ando indecisa, porem certa de uma coisa, estou muito grata pelo dia de hoje.

AGRADEÇO A DEUS POR ESTE DIA DE APRENDIZAGEM ....POR ESTE DIA DE LUTA...

PQ HJ EU ME DEI CONTA Q TENHO MUITO Q CAMINHAR...MUITO A APRENDER E PRA MUDAR....HJ FOI DIA DE RECONHECIMENTO...


terça-feira, 16 de abril de 2013

Tantas coisas em meu pensamento, tantas coisas aconteceram desde a ultima vez que escrevi, sempre sinto vontade de desabafar, mas acabo por nao escrever nada, ai volta a pagina em branco...

Meu pai foi assassinado na madrugada do domingo de Pascoa, durante um assalto ao Bar que el tinha, ele reagiu e levou 3 tiros, hoje fiquei sabendo q o bandido finalmente foi indentificado, tem apenas 20 anos e ja carrega mortes nas costas, deve ser preso entre hj e amanha..

Tive uma discussão feia   muito seria com o marido, onde revisamos tudooooo no nosso relacionamento.

Definitivamente estou fazendo mais por mim, graças a estes acontecimentos... mas ando aflita...um sensação estranha, um agonia...mesmo mau....nao sei se é por causa de tudo isso, mas me encomoda, parece q estou a andar na corda bamba e de olhos fechados sem saber qual a distancia que estou do chão...

Isso é mau, porque as vezes acabo descontando na comida, acabo comendo o que nao devo, ou deixando de fazer atividade fisica, me desanima, o bom que nisso tudo eu fiz uma amiga que tem me ajudado muito e esta sempre me encentivando...meu marido também tem incentivado, ajuda quando vamos fazer o jantar ou almoço, tem pensado mais em ajudar coias q não sentia antes, esta muito legal a nossa relação, muito mais madura (acho q da minha parte principalmente) e mais equilibrada, mas ainda sim mesmo estando feliz esta sensação ruim vem a tona e me deixa preocupada...

Vai ser é so preocupação ou ainda tristeza pelo que aconteceu ao meu pai, mas ha de passar...